PLANEJAMENTO AJUDOU JOVENS NO FINANCIAMENTO DO PRIMEIRO IMÓVEL ANTES DOS 30

“Era uma casa muito engraçada…” Durante um longo período, para muitos jovens, realizar a tão sonhada casa própria era um sonho possível apenas a longo prazo. Financiamentos cheios de exigências, que restringiam muitas coisas só deixavam essa meta de vida mais e mais distante.

Mas o que poucas pessoas sabem é que nos dias de hoje, o mercado imobiliário está repleto de oportunidades de financiamento que se encaixam perfeitamente na sua programação financeira, assim você realiza o tão esperado sonho, mas sem gastar um tostão a mais do SEU orçamento.

Seja para morar ou investir futuramente, a verdade é que o mercado imobiliário está em um bom momento, basta você se programar e se jogar de vez nessa empreitada, que marca a vida das pessoas.

chavedecasa

A empresária Renata Vidal, adquiriu o seu primeiro imóvel aos 26 anos de idade. “Sempre sonhei sim [em ter moradia só dela], até porque meus pais não tinham casa própria na época também e sempre foi ruim ter que mudar a toda hora.” Para agilizar o pagamento da propriedade, a opção foi morar um tempo com os pais.

Ela conseguiu comprar um empreendimento ainda na planta, porém em um lugar de difícil acesso. “Na época eu peguei um empreendimento na planta em um bairro longe a beça. O lugar se chama Caucaia do Alto. Fica no km 49 da Raposo Tavares, quase final de Cotia. Mas para as minhas condições, era o que dava para comprar”, diz.

Renata comprou o imóvel no ano de 2006, mas a construtora disse que entregaria apenas em 2008. O valor que ela deu de entrada foi de R$ 5 mil e as parcelas ao longo das obras eram de R$ 299 reais.

Juntando os trapos. O professor Dedy Linhares, de 21 anos, contou que como não  tinha dinheiro o suficiente para comprar um casa, conversou com seus pais para construir uma casa no terreno onde eles moram. “Pedi permissão para o meu pai e ele disse que não havia problema algum, mas que não poderia me ajudar financeiramente”, diz.

Dedy fala que durante o processo de construção, teve que abdicar viagens e sair com os amigos para conseguir juntar dinheiro. “Isso durou por volta de 5 meses, mas passou rápido. O desafio agora é mobiliar.”

Ele destaca o lado positivo de morar sozinho, não ter que dar satisfação ou ficar preocupado com o horário. “Ter um lugar como “refúgio” de todo o resto do mundo, é algo maravilhoso.”

“Meu concelho pra quem quer conquistar a casa própria é: não se programe somente financeiramente. É necessário ter o emocional e psicológico bom pra viver sozinho (ou com algum parceiro). A vida “independente” morando sozinho é como a faculdade para um aluno do Ensino Médio, todos querem e anseiam esse dia, mas nem sempre é o que esperamos.”

O corretor de imóveis, Rodrigo Alacrino, disse que, na maioria das vezes, as pessoas com menos de 30 anos compram em casais, pois é bem difícil alguém com essa faixa etária fazer um financiamento de um imóvel sozinho. “Pessoas de 30 anos para baixo, em sua maioria, são casais comprando o primeiro imóvel. É difícil alguém com essa idade comprar imóvel sozinho”, diz.

Uma das últimas 3 vendas deles foram um casal de faixa etária de 30 anos comprando o primeiro imóvel. Segundo Rodrigo, eles deram 20% de entrada e depois fizeram o financiamento do restante. O imóvel que eles adquiriram a construtora tinha acabado de entregar.

A corretora de imóveis, Rebeca Fernandes, diz também que pessoas de até 30 anos procuram bastante imóveis para alugar. Geralmente essas pessoas querem morar sozinhas. “Compra  infelizmente não, mas espero que o mercado mude”, contou.

 

 

 

 

 

Arthur Farias

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: