COMO POSSO DIMINUIR POSSÍVEIS FRUSTRAÇÕES NA HORA DE CONTRATAR UM PROFISSIONAL DE INTERIORES?

Digamos que você não me conhece, ainda! Como eu poderia te passar confiança e provar que sou uma profissional de interiores ideal para seu projeto? Os antigos já diziam “quem vê cara não vê coração”, certo?

Tenho certeza que você já ouviu ou viu alguém desesperado com uma obra pela metade, porque o responsável desapareceu e levou todo o dinheiro! Pois é, isto é verdade e muito comum, infelizmente. Portanto só vejo duas formas de você confiar no profissional: uma indicação de um amigo que ficou feliz com o resultado final do seu projeto ou através de referências pessoais e profissionais adquiridas através de criteriosa pesquisa com os clientes anteriores. É normal pedir referências profissionais, não se sinta constrangido, e sempre desconfie do que está nas mídias sociais, pois lá tudo parece um paraíso… rsrsrs

Tanto para indicação ou para um profissional que você encontrou por algum meio, a contratação dos serviços profissionais deve estar descrita e assinada num contrato bem redigido.

Tenho todos os meus projetos fotografados antes, durante e depois, há clientes de perfis mais conservadores que me pedem para não divulgar a casa deles nas mídias sociais e eu respeito. Porém quando estou assessorando um cliente novo e já temos uma relação profissional mais próxima e sei que vamos fechar contrato, ligo para um cliente disponível e acompanho este novo cliente a uma visita in loco para ver de perto a qualidade dos meus serviços. Esse é um exemplo simples, que pode ser usado pelo profissional contratado para ganhar sua confiança.

Por mais que o planejamento da obra seja meticuloso, podem ocorrer imprevistos, cabe ao profissional responsável pela condução da mesma, coordenar os recursos humanos para resolver o ponto em questão. Quando estou à frente de um projeto não costumo reportar problemas para meus clientes no momento que acontecem, mas no final de cada dia de obra segue um relatório detalhado por atividade e seus respectivos status de andamento, havendo problemas, segue ação corretiva e prazo de manobra para tal conclusão.

Hoje dei alguns exemplos pessoais para mostrar na prática o que você deve solicitar e esperar de um profissional na hora de contratar os serviços.

Num próximo post vou falar sobre a diferença entre móveis sob medida e os móveis planejados, vou esclarecer detalhadamente quais os tipos de móveis estão no mercado de mobiliários, vou falar um pouco sobre tipos de matérias primas utilizadas para áreas secas e úmidas, até lá.


ANA03
Site: www.decoraecuidapramim.com.br
Studioloop

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: