PAPEL DE PAREDE: preparações, tipos de papel de parede e aplicação

Todos sabemos que o acabamento de um imóvel, quando bem feitos, passa a impressão de sofisticação e primor. Uma opção é o uso de papel de parede. Saiba como e onde usar esse produto. Lembrando que em nosso Instagram, vamos dar algumas dicas de estilos de papeis de parede que podem vir a fazer parte do seu lar.

PREPARAÇÃO:

Para aplicar o papel de parede é necessário acabar com quaisquer texturas, irregularidades, buracos ou infiltrações presentes na parede. Essa preparação pode ser feita com gesso ou massa corrida, garantindo uma superfície lisa, além de aumentar a sua durabilidade. Assim como a pintura, aplicar o papel de parede deve ser a última etapa da obra.

TIPOS DE PAPEL DE PAREDE:

Tradicional: composto de celulose, é o mais frágil de todos. Recomendado para locais secos e sem grande circulação, é muito utilizado para revestir dormitórios, principalmente atrás da cama, harmonizando com a cabeceira e os criados-mudos.

TNT: constituído de fibras de celulose e poliéster, resiste bem a umidade. Imita diversas texturas, sendo que a mais comum é a de tecido. Pode ser usado em corredores e nas paredes de escadas, por exemplo.

Vinílico: fabricado em PVC é o mais resistente dos três. Muito utilizado em ambientes mais úmidos, além de ser impermeável e fácil de limpar. Inclusive sua limpeza pode ser feita com detergente. Normalmente é utilizado em cozinhas e lavabos.

APLICAÇÃO:

Todas as paredes: nesse caso a recomendação é usar cores mais claras e estampas discretas. Além disso, procure usar apenas um padrão de estampa. Dependendo da combinação o ambiente pode ficar sufocante e desarmonioso.

Apenas uma: esse tipo de aplicação é ideal para ambientes menores, podendo usar cores mais vibrantes e estampas chamativas. Mesmo com mais liberdade para inovar, atente-se para que a parede não seja o principal destaque do ambiente, mas sim algo que contribua para a decoração ali presente.

Meia parede: bastante usado em ambientes com decoração repleta de móveis, objetos e cores diferentes, além ser mais barata. Você pode optar pela porção superior ou inferior da parede. Essa escolha vai depender da estampa e da cor escolhida na porção onde a parede está descoberta.

Faixa: é uma maneira discreta e elegante de manter o ambiente bem decorado. Assim como a aplicação de meia parede, a altura da faixa trará equilíbrio e sofisticação à sua decoração.

ÁREA DE APLICAÇÃO:

Saber exatamente o tamanho da área de aplicação evita ficar sem material durante o processo e também o seu desperdício. Procure medir a parede considerando a altura do rodapé e possíveis molduras presentes no teto. Outra vantagem do papel de parede é que além de mais rápida e fácil do que a pintura, não provoca odores e eventuais respingos. Somado a isso, a vida útil do papel de parede, quando feita a manutenção devida, é de até 5 anos, muito além de qualquer pintura.

Por mais simples que possa parecer, não hesite em contratar mão de obra qualificada. O resultado será um acabamento profissional e uniforme.

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários e não deixe de curtir e compartilhar!

Studioloop

Deixe seu comentário